Pesquisas apontam que as mulheres estão traindo equiparadamente com os homens? Mas por quê? Será que as mulheres estão tão emancipadas assim? Ou isso faz parte das fantasias femininas? E na mais remota das sugestões trata-se realmente de total insatisfação com os homens ou puro desejo sexual? Eis as questões, resta-nos pararmos para refletir cada uma delas, pois em se tratando do universo feminino todas as alternativas são plausíveis.

Há tempos, sempre ouvíamos falar que homem trair pode, mas mulher se torna algo feio, pecaminoso e deixa marcas profundas na vida da mulher. Mas, os tempos são outros, a cada dia que passa a mulher torna-se mais independente e moderna com uma rapidez inacreditável e com isso, a idéia de submissão ao homem torna-se um fato insignificante, haja vista, os avanços conquistados não somente no campo profissional, mas também no sentimental.

O que temos presenciado são mulheres que dão o primeiro passo numa relação, flertam, pagam a conta do motel e do restaurante, trabalham diuturnamente, falam de igual para igual com os homens, são chefas, ditam as regras nos seus relacionamentos e não aceitam mais serem as “Amélias” e muito menos deixam que  a traição de seus companheiros fiquem em pune. Elas vão à luta!!!

Muitas se vingam, outras vestem-se de uma auto estima elevadíssima  e em vez de entrarem em profunda depressão por conta do traidor, partem para um novo relacionamento e muitas das vezes investindo em homens  bem melhores dos que tinham. Sentem-se com o ego massageado quando sua conquista a ama e a valoriza independente do seu status ou idade. Vale ressaltar, que as mulheres estão se beneficiando dessa liberdade sexual, traindo e consequentemente não deixando qualquer vertigem ou muitas das vezes pelo simples fato de apimentar a relação, sem que isso, comprometa seus relacionamentos.

Infelizmente ainda existem pessoas que afirmam que para a mulher trair não basta ser só sexo, ela tem que está envolvida emocionalmente.  Isso é coisa do passado, as mulheres traem sim e sem nenhum compromisso, só pelo simples fato de satisfazer-se ou simplesmente para firmar-se numa relação conjugal que caiu na rotina, sem que com isso sinta-se culpada ou indigna.

Então, para simplificarmos o entendimento, explanaremos alguns motivos que levam à traição feminina:

1-Para apimentar a relação: Pode ser que isso acabe sendo apenas uma aventura pois, na prática, é um risco alto para uma sensação baixa.

Consequências: Se ninguém ficar sabendo, pode aproximar ou afastar o casal.

2-Quer sentir-se desejada por outro homem: Pode ser que haja uma certa perda de identidade quando a mulher se entrega muito. Às vezes, basta uma troca de olhares com alguém de fora para que a pessoa se encontre novamente.

Consequencias: ao realizar fantasias, você pode ser conduzida pelo inconsciente, cheio de complicações.

3-Está carente de atenção: A relação esteja saturada e cada um tenha se voltado para si. Mesmo crises entre um casal são naturais e sentir-se carente, nesses casos, é inevitável.
Consequencias:  ninguém se separa enquanto o outro não dá um motivo imperdoável. Deixar o outro carente é perdoável, mas traição nem todo mundo perdoa.

4-Gosta de sexo pela internet: Pode ser que exista um desejo de olhar para fora da relação, sentindo-se solteira por algum momento e, assim, se encontrando.

Consequencias: esse tipo de comportamento costuma despertar ciúme, desconfiança e gerar crises.

5-Quer experimentar sexo grupal ou afins: Pode ser que essa seja uma forma de fazer com que a relação acabe. Em situações de dificuldade ou perigo, porém, isso pode unir o casal.
Consequencias: É muito difícil haver envolvimento afetivo verdadeiro e ter um relacionamento aberto ao mesmo tempo.

6-Busca um motivo para que ele termine o relacionamento: Pode ser que o amor já tenha acabado há tempos, mas não há um fato real para que se separem. Às vezes, as pessoas ficam viciadas em viver a dois e esquecem como é ser independente ou viver consigo mesmo.

Consequencias: desde 1978, adultério não é mais crime no Brasil. Mas num relaciona-mento muitas vezes é.

7-Busca maneiras de soltar-se na cama: Pode ser que o casal tenha se tornado pai e mãe em vez de homem e mulher. Para se sentir à vontade sexualmente, é preciso de alguém de fora.
Consequencias: existe uma grande possibilidade da pessoa se apaixonar, pois encontrará justamente o está faltando: um parceiro.

8-Quer dar o troco no companheiro: Pode ser que a situação de já ter sido traída tenha sido humilhante, principalmente se alguém de fora soube.

Consequências: com esse jogo de “bateu, levou”, várias pessoas acabam sendo envolvidas, o que pode ser vergonhoso. Neste caso, é preciso preservar os filhos.

9-Não consegue ter romance monogâmico: Pode ser que falte envolvimento afetivo suficiente para ela se entregar. Isso é comum acontecer com quem teve, quando bebê, a mãe sempre disponível: quer disponibilidade de acordo com a conveniência.

Consequencias: quando é recíproco, encontra-se uma amizade, mas não um amor de homem e mulher. Quando não é, um dos dois vai sofrer.

Contudo, os motivos são inúmeros e quem deve saber avaliá-los é quem comete a traição, e se deixou a pessoa em questão feliz, realizada, longe de culpas ou remorsos é isso que vale, porque não cabe a ninguém julgar ou condenar quem quer que seja,cada um sabe das suas reais necessidades.

Compartilhar
Fabiolla Fonseca
Psicóloga, nascida em Itacoatiara, casada e mãe de duas filhas. Especialista em Psicologia Jurídica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui