Perguntei a Tia Idalina se ela vai continuar torcendo pelo Flamengo nesse ano.

– Depende, ela me disse.

Se o Flamengo continuar ganhando Idalina vai continuar torcendo. Se começar a perder ela vira a casaca para o time que estiver com chances de ser campeão.

Sempre foi assim com relação ao futebol. Ela se justifica dizendo que não entende nada do assunto. Mas gosta de participar das polêmicas. Idalina tem vários sobrinhos e parentes com torcidas diversas. Prefere ficar com quem está vencendo. Evita sofrimentos desnecessários.

Só é fiel para a seleção brasileira. Torce de verdade somente em ano de Copa do Mundo. Idalina diz que é torcedora bissexta. Só torce de verdade de quatro em quatro anos.

Expliquei a titia que os anos de Copa do Mundo não são bissextos. Esse ano de 2020 é bissexto e teremos as Olimpíadas. Caio Silva é professor de Educação Física em Brasília. Fanático por Atletismo e esportes olímpicos em geral. Foi ele quem me alertou. Ano bissexto é ano de Olimpíadas.

Já Teresa Cristina, amiga professora de Matemática, me ensinou que ano bissexto é todo ano cuja expressão numérica é divisível por quatro.

Ano bissexto acontece de quatro em quatro anos. Fevereiro tem 29 dias. Acontece porque ano é o tempo que a Terra faz o movimento de translação em volta do Sol. Na verdade não leva somente 365 dias. O tempo exato é  de 365 dias e seis horas (ou um quarto de dia).

O google me ensina que Sosígenes de Alexandria foi quem estabeleceu que o ano comum teria 365 dias três vezes consecutivas. E na quarta vez 366 dias acrescentando-se um dia no mês de fevereiro.  Assim, fevereiro tem 29 dias de quatro em quatro anos.

Disse a tia Idalina que ela pode ser torcedora verdadeiramente bissexta torcendo para a seleção sub-23, a seleção de juniores que disputa as Olimpíadas.

Idalina ficou contente que só. Vai torcer para a seleção brasileira com certeza.

Compartilhar
Pedro Lucas Lindoso
*Bacharel em Direito e licenciado em Letras pela Universidade de Brasília. Membro efetivo do Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas. Pertence a Associação dos Escritores do Amazonas e a Academia de Letras Ciências e Artes do Amazonas. Membro fundador da Academia de Ciências e Letras jurídicas do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui