Existe nos seres humanos um relógio biológico incrível dentro do corpo. Todos nossos órgãos são regulados de forma sincronizada e nosso grande mestre, o cérebro, envia os sinais como um condutor para que cada um realize suas funções no ciclo de 24 horas.

A medicina chinesa já emprega este conceito por várias gerações, respeitando a energia do corpo e otimizando os tratamentos de acordo com horários específicos para diferentes órgãos, inclusive no uso de plantas e chás medicinais.

Os Cientistas norte-americanos, Jeffrey C. Hall, Michael Rosbash e Michael W. Young, ganhadores do prêmio Nobel em 2017 apontaram em suas pesquisas que todos os seres vivos variam suas atividades conforme um ritmo adaptado às rotações de 24 horas.

Os mesmos descreveram os mecanismos do ritmo circadiano (duração de um dia) e o sistema de autorregulação do nosso organismo para adaptação no meio ambiente, temos como exemplo o nosso sono, o qual o corpo se prepara para o repouso.

Por falar em sono, o ciclo de funcionabilidade dos órgãos inicia com o repouso noturno, onde até as três horas da manhã a maior parte do sangue corporal se acumulam no fígado. A partir deste momento o fígado trabalha no sentido de desintoxicar todos os processos que geram toxinas que fazem mal ao corpo humano, por isso é importante evitar alimentação pesada no período da noite.

O primeiro órgão a despertar é o pulmão, entre 3 às 5h da manhã, sendo o responsável por levar o sangue e oxigênio para os demais órgãos, neste horário o sistema circulatório e nervoso estar recebendo manutenção. O próximo órgão do ciclo é o intestino grosso que acorda com necessidade de eliminar o desperdício do corpo, é um dos melhores momentos para evacuação, daí a importância de tomar água para iniciar a limpeza do organismo.

Na primeira parte da manhã nossa energia é direcionada ao estômago e nosso corpo está com carga total se preparando para receber um belo café da manhã, invista na ingestão de fibras e nutrientes para ter mais disposição neste horário. Em seguida entra em ação o pâncreas e o baço, responsável em converter os alimentos em energia, tudo trabalha em completa harmonia para que o corpo possa se movimentar e realizar plenamente as atividades.

A segunda refeição mais importante do dia é o almoço, na faixa horária de 11 às 13h o corpo usa o coração para enviar nutrientes e usa todo nosso sistema circulatório, é por este motivo que devemos relaxar após o almoço e evitar estresse e exercícios físicos, pois nosso nível de energia começa a declinar. No final da tarde a energia é acumulada na bexiga, o ideal é uma hidratação intensa antes do período da noite.

Finalizando o dia recomendamos o jantar até às 19h com comidas leves para que os rins façam o último trabalho de filtragem e inicie o processo de eliminação das toxinas, até este horário podemos optar por atividades mais leves como caminhadas e alongamentos, nossa pressão arterial atinge o ápice às 21 h e o corpo já sinaliza que devemos desacelerar e esperar o sono chegar e assim nossa máquina perfeita pede só nossa ajuda para mantermos este ciclo com sucesso.

Cuide da saúde!

Compartilhar
Euler Ribeiro
Amazonense, de Itacoatiara. Formado em Medicina em Belém (PA), o médico geriatra completou os estudos em SP e nos EUA. Foi secretário de Saúde do Estado e deputado federal. Fundador da Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI), ligada à Universidade Estadual do Amazonas (UEA). Membro das academias amazonenses de Letras e de Medicina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui