Estas que estão com vestes brancas, quem são?
de onde vieram?
Estas que seguem o Cordeiro Jesus, onde quer que ele vá,
Quem são? De onde vieram?
E que cantos são estes que escutamos,
E por que estão com a roupa ensanguentada?
E que palmas são estas em suas mãos?

São irmãs cujo sangue tinge agora
Os palmeirais da Libéria- as palmas do martírio estão em suas mãos.
Queriam uma LIBER-IA livre e libertada
Uma Libéria unida, sem guerra ou divisão
Com o povo em comunidades e sem lutas tribais
Sem ódios entre raças,
Uma LIBÉRIA feliz, cristã, desenvolvida.

Estes cantos são cantos de vitória.
Não temeram a morte, a venceram.
São os cantos de mártires missionárias.
Sejam liberianas, norte-americanas, não importa.

(Às Irmãs Adoradoras do Sangue de Cristo, assassinadas em outubro/92, na guerra civil da Libéria, África, devido à sua ação missionária nesse país)

SHIRLEY, CATHERINE,JOEL, BABARA, AGNES.
Vamos chamar bem alto os seus nomes,
E elas responderão:

ESTOU VIVA EM VOCÊS !

Compartilhar
Marília Menezes
Poeta e escritora. Ex-secretária da CRB. Trabalhou na Prelazia de Itacoatiara, em 1962-1963, ao tempo do bispado de dom Francisco Paulo Mc-Hugh (1924-2003), onde dirigiu o Colégio Nossa Senhora do Rosário. Em 1997 voltou a Itacoatiara para secretariar o bispo dom Jorge Marskell (1935-1998), até sua morte no ano seguinte. Sócia correspondente da Academia Amazonense de Letras. Reside em Belém, sua terra natal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui