Conselhos geralmente não costumam ser bem recebidos, só buscamos a verdade quando dela necessitamos por amor ou pela dor, mas sendo o chato costumeiro venho aqui nos primeiros dias dó ano fazer uma recomendação importante: durmam! Isso mesmo, durmam, durmam e durmam!

Dormir é fundamental para a saúde, o sono de qualidade traz um equilíbrio para nosso corpo.

O sono é um mecanismo reparador do nosso sistema biológico e funciona como um relógio que regula muitas funções do nosso organicismo. O cérebro produz o famoso hormônio da melatonina que faz uma sincronia com o ambiente, assim somos informados que devemos descansar a noite e nos levantarmos com o nascer do sol.

Quando dormimos as funções biológicas dos seres humanos se modificam, o coração diminui em 30% sua frequência, o pulmão diminui em 40% os movimentos respiratórios, o fígado que inicia a desintoxicação neutralizando as toxinas geradas ao longo do dia.

Outros benefícios também são atribuídos ao sono reparador, como a redução do estresse, fortalecimento da imunidade e manutenção da memóriarevenindo assim váriasdoenças.

Sabemos que a vida moderna nos tira boa parte deumsono reparador, segundo especialistas a quantidade de horas ideal está relacionada com a idade biológica e cronológica do indivíduo: os recém nascidos devem dormir dezoito horas, as crianças até a idade pré-púbere doze horas desono, os adultos oito a dez horase os idosos seis horas. Dormirpouco causa irritabilidade, fadigas, diminuição dos reflexos, problemas mentais, ganho de peso e pode até acelerar o processo do envelhecimento.

O famoso cochilo após o almoço pode ser feito, porém não deve exceder a 60 minutos, ao dormir no período diurno, você subtrai as horas de sono da noite, por isto é um alerta que algo não está bem quando invertemos o ciclo do sono. Busque ajuda profissional caso você esteja com algum distúrbio de sono, insônias, roncos, apneias possuem tratamentoadequado e disponível também na rede pública de saúde.

Pequenos hábitos podem ser adotados para melhorar nossa qualidade de sono de maneira geral, como evitar alimentação pesada antes de dormir, manter o horário para deitar-se, evitar o uso de celular na cama, evitar a prática de exercícios físicos tarde da noite, diminuir a claridade e o mais importante nunca tomar remédios por conta própria.

Compartilhar
Euler Ribeiro
*Amazonense de Itacoatiara. Médico, MD. PhD em Geriatria e Gerontologia. Ex-secretário de Saúde e ex-deputado federal pelo Estado do Amazonas. Fundador e atual Reitor da Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade. Membro das academias amazonenses de Letras e de Medicina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui