Tina é uma jovem profissional de sucesso. Ainda está solteira e mora com os pais. Os pais de Tina criam uma neta, Larissa, filha de um dos irmãos de Tina.

Larissa é fruto de um relacionamento fugaz entre o irmão mais novo de Tina e a mãe da garota. Entre idas e vindas, Larissa acabou ficando com os avós paternos. Uma guarda compartilhada e bem-sucedida. A mãe é presente na vida da garotinha. Porém Larissa desde sempre mora com o pai e os avós. A relação entre os pais de Larissa acabou já há muito tempo.

O relacionamento de Tina com sua sobrinha Larissa é permeado de muito afeto. Mesmo porque moram na mesma casa. Numa época em que até domésticas iam passear na Florida, Tina resolveu levar Larissa para conhecer os parques da Disney.

Passagem comprada com promoção relâmpago Manaus-Miami. Porém, tudo bem planejado e com bastante antecedência. Depois de tirar os passaportes foram até Brasília para obter o visto junto a Embaixada Americana.

A ansiedade de Larissa era evidente. Tina também estava apreensiva. Era sua primeira viagem ao exterior e a responsabilidade de cuidar da sobrinha era grande.

Os pais obviamente autorizaram a viagem. Estava tudo certo. Entradas para os parques e hotéis devidamente pagos e reservados. No dia do embarque a família toda foi deixá-las no aeroporto.

Na hora do check in um pequeno contratempo. Tina não havia reservado os lugares no voo. Só havia disponível lugares separados. Ela explicou para a atendente que Larissa era uma garotinha de dez anos. Estavam indo para a Disney pela primeira vez. Não poderia viajar longe da sua sobrinha. Estava responsável por ela.

A atendente resolveu então disponibilizar uma poltrona na primeira classe para a menina. Disse à Tina que ao seu lado estava um rapaz sozinho. Ele com certeza trocaria de lugar com Larissa na primeira classe. E as duas então poderiam viajar juntas.

Embarque concluído. Na hora da troca, Larissa já aboletada na primeira classe, não queria trocar de lugar como o moço. Larissa pressionada pela tia acabou cedendo a cadeira para o rapaz. E foi sentar perto da tia, protestando.

O rapaz, feliz da vida, exclamou:

-Primeira classe é outro patamar!

Compartilhar
Pedro Lucas Lindoso
*Bacharel em Direito e licenciado em Letras pela Universidade de Brasília. Membro efetivo do Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas. Pertence a Associação dos Escritores do Amazonas e a Academia de Letras Ciências e Artes do Amazonas. Membro fundador da Academia de Ciências e Letras jurídicas do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui