Tentamos controlar o tempo, mas sabemos que não temos este poder, por isso devemos aproveitar cada momento, o hoje…

A vida é uma dádiva. Quem tem o privilégio de viver deve aproveitar cada minuto de sua vida, pois cada vez que passa este minuto nosso tempo vai se esgotando lentamente e nesta corrida contra o relógio temos duas escolhas: aproveitar ou apenas existir.

E como podemos aproveitar? Usando-o para o bem! Compartilhando tudo que você tiver em excesso de bens materiais, tratando a todos com respeito e dignidade, mas antes deve primeiro investir em você, sim, quando há o amor próprio fica mais fácil praticar a empatia com o próximo, cuide-se primeiro, respeite sua história, sua saúde, sua família e exerça a gratidão diariamente, ao acordar agradeça pela oportunidade de estar vivo e poder curtir mais um minuto de vida.

Tentamos controlar o tempo, mas sabemos que não temos este poder, por isso devemos aproveitar cada momento, o hoje, para que no final seja computado tudo o que você foi capaz de distribuir dentro deste espaço com amor e solidariedade.

Aprenda como compartilhar seu conhecimento e ensine sempre algo bom, o segredo é não guardar para si, somos humanos, dependemos uns dos outros, experimente e veja o quanto ganhamos quando multiplicamos os saberes, o extraordinário pode estar nas coisas simples e comum, basta parar um pouco o tempo para enxergarmos alguns tesouros.

A expectativa da vida ao redor do mundo aumentou consubstancialmente, ganhamos mais tempo para aproveitá-lo, mas estejam cientes que ele será finito.

Vamos, portanto, utilizá-lo adequadamente, vivendo sempre no bem e para o bem, sem esquecer a nossa origem: os nossos pais, cujo tempo deverá ser menor que o nosso, pois já consumiram parte deste até nós sermos gerados. Cuidando com amor e muita dedicação para que os mesmos possam ampliar junto a nós esta convivência. E se tivermos filhos, ensiná-los desde muito precocemente como utilizar o que lhes foi determinado pela divindade de suas permanências nesta vida.

Sejamos conscientes que nem sempre usaremos adequadamente o tempo em total harmonia, mas que com sabedoria poderemos superar as adversidades que por ventura acontecerem, pois na vida teremos momentos de muito prazer e até de desprazer, somos vulneráveis, mas podemos conviver com nossas perdas e lutos e seguir em frente.

Quando olhamos para trás só nos resta, portanto, agradecer, agradecer e agradecer por estar disfrutando deste tempo precioso. Não perca tempo! Desapegue das frustações, do egoísmo, peça perdão, caia, levante, reconheça suas fraquezas e ame com todo o seu coração.

Compartilhar
Euler Ribeiro
*Amazonense de Itacoatiara. Médico, MD. PhD em Geriatria e Gerontologia. Ex-secretário de Saúde e ex-deputado federal pelo Estado do Amazonas. Fundador e atual Reitor da Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade. Membro das academias amazonenses de Letras e de Medicina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui