Em nossa vida somos submetidos a diversos tipos de fila, fila para pagar contas, fila para retirar dinheiro, fila para comer, fila para se divertir, fila para estudar e assim por diante.

A falta de paciência pela espera nos faz até furar de vez em quando algumas filas, mas há uma fila que nos acompanha desde o dia do nascimento, você entra na fila e espera nunca chegar ao destino, que fila é esta? A fila da finitude!

Esta é uma fila a qual fazemos questão de esquecer, logo ninguém quer saber quando será sua vez e nem quer antecipar passando na frente de alguém! E a única fila que desejamos que

seja a mais longa possível, porém cometemos um erro em não aproveitar o trajeto como deveríamos. E preciso olhar a finitude como um processo natural, ora, quando pensamos na morte temos a oportunidade de aproveitar melhor a vida, e assim, a fila torna-se mais leve, o tempo passa mais devagar e a finitude nos aguarda sem peso.

O medo pode até nos acompanhar, mas não paralisa nossos sonhos, pelo contrário, quanto mais eu me aproximo do final da fila, mais cresce a vontade de realizar os planos esquecidos, os beijos não dados, o abraço apertado e assim aproveito a fila da minhavida, já estive na frente, percorri um bom caminho, ainda não pretendo furar (risos), mas sei que ela está lá.

Portanto, não tenham medo da fila, lute para viver cada segundo com alegria e com satisfação em fazer cada coisa em seu tempo, que todos nós possamos desfrutar do amor e do perdão.

Diariamente somos julgados e esquecemos que todos estão na mesma fila, portanto seja mais humano com você e com os outros, erramos e acertamos, choramos muitas vezes, mas a felicidade sempre está ao nosso alcance e caminha conosco.

Todos os dias avançamos na fila, um passo de cada vez, mesmonão enxergando a linha final sabemos que podemos prolongar o horizonte da estrada. Este horizonte será prolongado se cuidarmos da nossa saúde física e mental, sempre haverá os desvios inesperáveis, destino ou acaso, não saberemos, só teremos o controle ao olhar para trás e saber que todo nosso esforço valeu a pena em alguma área da nossa vida.

Lembre-se sempre que na fila todos são importantes, alguém sempre vai fazer falta, por isso se preocupe em amar e ser amado, preserve suas amizades, livre-se do rancor, estimule a paz mesmo nos piores conflitos.

Muitos só percebem o poder do amor no final da linha e infelizmente tapamos nossa visão com os murmúrios e lamentações, deixando de apreciar o belo sol na imensidão do firmamento.

Como não sabemos o nosso lugar na fila devemos estar sempre preparados para quando chegar nossa vez, o segredo é aproveitar o caminho, respeitando o passado, vivendo o presente e aceitando o futuro, assim a fila da vida será mais leve. A partida é semelhante a chegada, portanto aproveite a sua fila da vida. Viva e cuidem-se!

Compartilhar
Euler Ribeiro
*Amazonense de Itacoatiara. Médico, MD. PhD em Geriatria e Gerontologia. Ex-secretário de Saúde e ex-deputado federal pelo Estado do Amazonas. Fundador e atual Reitor da Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade. Membro das academias amazonenses de Letras e de Medicina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui