Em outubro comemoramos o dia das crianças. E aniversário de Manaus, onde passei minha infância. Muitos como eu estudaram e até sabem de cor o poema Meus Oito Anos, de Casimiro de Abreu. Decoraram pelo menos a famosa primeira estrofe. “Oh! que saudades que tenho/ Da aurora da minha vida/ Da minha infância querida/ Que os anos não trazem mais!”

Sempre me chamou atenção a estrofe que dizia: “Livre filho das montanhas/, Eu ia bem satisfeito/ Da camisa aberto o peito/ Pés descalços, braços nus. /Correndo pelas campinas”.

Só que em Manaus não havia montanhas e nem campinas. Mudamos para Brasília. Lá no Planalto Central também não há montanhas. Deve ser essa a razão de me encantar tanto com a paisagem do Rio de Janeiro. O Corcovado, Pão de Açúcar, a Pedra da Gávea, os Dois Irmãos. Lindas montanhas.

Se fosse parafrasear Casimiro de Abreu a estrofe ficaria assim:

Livre filho de ruas e quintais/ Eu ia bem satisfeito/ Da camisa aberto o peito/ Pés descalços, braços nus/ correndo nas chuvas de Manaus.

E se ficasse gripado e com tosse? Aí tem uma lembrança não muito poética. Minha mãe preparava uma mistura de copaíba com andiroba. A base era um remédio vermelho chamado de colubiazol. A mistura era feita numa xícara. O dedo da minha mãezinha era encoberto por gaze e algodão. Após besuntar o dedo com a terrível e poderosa mistura, dava a ordem cruel e definitiva.

-Abre a boca!

Então era feita a temida embrocação. Para quem não sabe o que é embrocação explico: aplicação de líquido oleoso com fins terapêuticos, em parte doentes, no caso nas nossas gargantas inflamadas.

Eu não tinha vontade de fazer embrocação. Eu tinha vontade de assistir na TV o desenho dos Flintstones quando passava Tom e Jerry. Tinha que me conformar. Não tinha escolha.

Hoje a meninada toma antibiótico. E podem ficar a vontade em assistir na TV ou NETFLIX a qualquer hora o seu desenho animado favorito. É só ter vontade.

Sou de um tempo em que os adultos diziam e era verdade;

-Menino não tem vontades.

Compartilhar
Pedro Lucas Lindoso
*Bacharel em Direito e licenciado em Letras pela Universidade de Brasília. Membro efetivo do Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas. Pertence a Associação dos Escritores do Amazonas e a Academia de Letras Ciências e Artes do Amazonas. Membro fundador da Academia de Ciências e Letras jurídicas do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui