Itacoatiarense dará nome a porto federal
Itacoatiarense dará nome a porto federal

No próximo dia 16 de junho (sábado), o Ministério dos Transportes vai inaugurar o porto de Itacoatiara. O novo cais hidroviário receberá o nome do engenheiro Antônio Nelson de Oliveira Neto, um entusiasta do transporte fluvial, falecido precocemente (aos 52 anos de idade) em 1999, após sofrer um acidente automobilístico na Rodovia Vital de Mendonça. Projeto de Lei nesse sentido, rotulado sob o número 10.323, foi apresentado na Câmara dos Deputados pelo deputado federal Alfredo Nascimento.

A inauguração do novo porto é um reconhecimento – tardio! – do governo de que Itacoatiara é uma Cidade Portuária. Nesse dia, as atenções de todo o Estado estarão voltadas para a bela e hospitaleira Cidade da Pedra Pintada. Prevê-se que, além de uma comitiva de autoridades liderada pelo ministro dos Transportes, ali se farão presentes políticos, empresários, familiares e amigos do saudoso homenageado.

Iniciada há quatro anos atrás, a obra atenderá em parte às necessidades logísticas da região. O ato de sua inauguração, além de coroar um grande sonho, consagra a luta indormida desse ilustre amazonense, filho de Itacoatiara. Nelson Neto, como era conhecido, durante vários anos foi administrador do Porto de Manaus, instituição onde ingressou ainda muito jovem. Também chefiou o setor de hidrovias da Amazônia. Portanto, marcou sua trajetória como um defensor intransigente do transporte hidroportuário, setor que conhecia como poucos.

O engenheiro Nelson Neto era um idealista e grande sonhador. Lutou pela construção de um porto de grande porte, competitivo e de padrão internacional, compatível à posição estratégica de Itacoatiara; e para que a Portobrás melhorasse a infraestrutura hidroportuária da Amazônia, dando sustentação à sua economia.

Quanto em 1987 a Portobrás concluiu o balizamento e a sinalização do rio Madeira, de Porto Velho até sua foz, no Amazonas, abrindo a possbilidade de escoamento da produção de grãos do Acre, Rondônia e norte de Mato Grosso, Nelson Neto dirigia a Superintendência das Hidrovias da Amazônia Ocidental. Pregava que o escoamento dessa produção, através da hidrovia do rio Madeira via porto de Itacoatiara, substituindo ao porto de Paranaguá, baratearia em quase 50% os custos de transporte e mão-de-obra.

Ele foi o principal idealizador da criação de uma infraetrutura hidroportuária, hoje materializada no porto da Hermasa – que ainda não o homenageou!

O itacoatiarense Nelson Neto fez história, deu orgulho aos seus conterrâneos. Viaja pelo espaço sideral, orgulhoso e feliz!

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui