Conheci prima Zilá na casa do Chaguinhas. Perguntei a ele se era sua prima. Ele disse que era prima de seu pai. O velho só a chamava prima Zilá. O “prima” se incorporou ao nome. Uma diarista a chamava de dona Prima.

Zilá morou com os pais de Chaguinhas até a morte do velho Chagas e de sua esposa. Chaguinhas filho é muito grato a ela. Ajudou muito a sua mãe com o Alzheimer do velho.

Zilá é de uma família com dois irmãos e uma irmã. Todos casados. Zilá é bem mais nova do que os irmãos. Normalista, começou a dar aulas bem novinha. Formou-se em Língua Portuguesa. E aposentou-se cedo. No século passado as professoras se aposentavam com 25 anos de serviço.

Chaguinhas diz brincando que prima Zilá é solteirona VVC. (velha virgem curiosa). Ela morre de rir. Antes de cuidar dos seus tios, pais de Chaguinhas, cuidou dos seus próprios pais até morrerem.

Os irmãos de prima Zilá   curiosamente são casados com duas irmãs gêmeas idênticas. Diligentemente enganaram prima Zilá e sua irmã com a divisão da herança.

Prima Zilá diz que uma das gêmeas é boa e a outra má. Como sempre confundiu as duas não sabe qual delas é a boa. E magoada com ambas, e com os respectivos, não quer saber deles. E explica:

-Nossa casa era grande. Meus pais tinham poupança e ações. O que me coube não deu para comprar uma quitinete.

Chaguinhas diz que ela não perturba. É generosa. Quase não fala. Passa as manhãs fazendo doces: brigadeiros, cajuzinhos e quindins. Vende tudo. Inspirou-se em Cora Coralina que disse:” Recria tua vida, sempre, sempre. Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.”

Em época de corona vírus e para surpresa de Chaguinhas, prima Zilá está querendo comprar grande quantidade de dólares e euros. Com o advento da pandemia prima Zilá está preocupada. Disse que tem uma poupança e que o governo pode querer confiscar tudo. E trata-se de uma senhora poupança. Bastante polpuda. Mais de dois milhões de reais. Quase a quantia que Chaguinhas tinha em ações. Está no prejuízo. As ações não estão valendo nem a metade da metade. Soube que os irmãos e as gêmeas estão em situação bem pior.

Zilá está obedecendo a quarentena com radicalidade. Vai sobreviver ao corona com certeza. E vai em frente citando Cora Coralina: “Na escola da vida o mestre é o tempo”.

Prima Zilá é antes de tudo precavida.

Compartilhar
Pedro Lucas Lindoso
*Bacharel em Direito e licenciado em Letras pela Universidade de Brasília. Membro efetivo do Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas. Pertence a Associação dos Escritores do Amazonas e a Academia de Letras Ciências e Artes do Amazonas. Membro fundador da Academia de Ciências e Letras jurídicas do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui