João Valério vale mais,
Era a voz da Pedra Pintada,
Do Jauari, do Remanso, Ilha do Risco
Onde jamais foi arriscado viver.

Ele valia por essas águas.
O lago do Canaçari sabia disso,
O Paraná de Serpa, o Paraná
Da Eva, sabiam muito mais.

Sabiam as ruas da cidade
Nas paliçadas do povo livre
Ao meditar sobre as palavras
De João Valério que vale mais.

É nome de rua em Manaus
Avenida em um bairro nobre
Da nobreza que ele soube ter
Na sala de aula e na tribuna.

Para a revolução militar de abril
Todo artista era subversivo,
Eram corruptos os políticos,
Não se salvava ninguém.

– Vamos prender João Valério
Ordenou um oficial do Exército
Sem saber que ele valia mais
Na terra da Pedra Pintada.

O nobre Oficial chegou
Viu como vivia simples
O deputado de Itacoatiara
E percebeu que ele valia mais.

– Nada de prender esse homem,
Ele merece é ser homenageado
Como se faz com os trabalhadores
Da boca do Igarapé do Carão.

– João Valério vale mais!

(Manaus, 7.06.2013)

Esta poesia homenageia ao ex-vereador e ex-deputado estadual João Valério de Oliveira (1928-1973), falecido há 40 anos atrás.

Compartilhar
Elson Farias
*Poeta e ensaísta. Ex-presidente da União Brasileira de Escritores do Amazonas e da Academia Amazonense de Letras. Nascido em Itacoatiara é uma das glórias dessa cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui