Apresentado pelo historiador e jornalista AbrahimBaze, o programa traz fatos relevantes, situações, histórias e personagens que conhecem mais do que ninguém sobre a Amazônia.

Comprometido com a educação e tendo como objetivo a disseminação de conhecimento da realidade histórica da Amazônia, o canal Amazon Sat tem em sua grade o programa “Documentos da Amazônia”. Apresentado pelo historiador e jornalista AbrahimBaze, o programa é um registro histórico da região, com fatos relevantes, situações, histórias e personagens que conhecem mais do que ninguém o local onde vivem.

Na grade do canal Amazon Sat há mais de 12 anos, o Documentos da Amazônia preza pelas referências da região, e conta, em formato de documentário para TV, a história de cidades, instituições e pessoas que encontraram em suas trajetórias a relação com a Amazônia.

Para Abrahim, o “Documentos da Amazônia”, além da história, é um incentivo à educação, pois possibilita conhecimento através do Amazon Sat.

“No interior quase não há bibliotecas físicas para pesquisas, e nosso programa acaba sendo uma janela para quem quer conhecer sua própria história. Já resgatamos a memória de várias cidades do Amazonas, entre as quais estão Parintins, Borba, Itacoatiara e Maués, e vários bairros de Manaus, além de instituições, como a Beneficente Portuguesa, que completou, 145 anos em 2018”, conta o apresentador, ressaltando que já esteve na Europa também produzindo programas especiais.

Foto:Reprodução/Amazon Sat

Abrahim conta, ainda, as dificuldades de produzir documentários na região, tanto pelos custos, quanto pela história das pessoas que partem antes de serem escutadas.

“Somos o único programa de TV no Brasil, se houver outro eu desconheço, que conta a história em um contexto de documentário, onde retratamos com boas narrativas e imagens bem elaboradas. E esse reconhecimento é dado pelo público, que, andando pelas ruas das cidades, me param e me cumprimentam enfatizando que me assistem no canal”, pontua.

A coordenadora de conteúdo e programação do Amazon Sat, Saleyna Borges, ressalta o compromisso do canal com a identidade cultural do amazônida através do “Documentos da Amazônia”.

“O programa desenvolve um papel importante, não somente dentro do Amazon Sat, mas também para a Amazônia, pois retrata e perpetua legados históricos de personagens relevantes da história cultural, imaterial e econômica de nossa região. Ter um programa televisivo, com características de documentário, nos respalda como um dos canais que primam pela identidade cultural de seu povo e, porque não dizer, produtor de obras de pesquisa para posteridade”, disse.

Exibição

Foto:Reprodução/Amazon Sat

O Documentos da Amazônia vai ao ar pelo Amazon Sat todas as segundas-feiras, 13h30 e 21h30 (horário de Manaus), quartas-feiras, 11h e 19h, sextas-feiras, 13h30 e 21h30; aos sábados e domingos, 10h e 18h.

Vários episódios também já estão disponíveis no canal do Amazon Sat no Youtube.

 

Amazon Sat

Para acompanhar o programa na tela do Amazon Sat, basta sintonizar em uma das repetidoras do canal em mais de 50 cidades na região, por TV Aberta e a cabo.

Em Manaus e região (AM), canal digital 44.1, além das repetidoras no interior do Amazonas. Em Porto Velho (RO) no canal digital 22.1, em Boa Vista (RR) no canal 23.1, em Rio Branco (AC) no canal 31.1, e em Macapá (AP) no canal 29.1. Em Belém e Ananindeua (PA) pela Roma Cabo, canal 24, e pela NET, canal 22.

Compartilhar
Abrahim Baze
*Amazonense de Manaus. Graduado em História pelo Centro Universitário do Norte e pós-graduado em Ensino à Distância pelo Centro Universitário UNISEB-COC, de Ribeirão Preto/SP. Recebeu o título de Notório Saber em História, pelo CIESA, de Manaus/AM. Fundador e organizador dos museus da Sociedade Beneficente Portuguesa do Amazonas, Luso Sporting Clube, Rede Amazônica, Memorial e Biblioteca Senador Bernardo Cabral, Centro Cultural Luso Brasileiro do Amazonas, Centro Universitário Luterano de Manaus, Instituto Cultural Brasil-Estados Unidos e do Atlético Rio Negro Clube. Diretor do Instituto Cultural da Fundação Rede Amazônica e apresentador dos Programas de TV: Literatura em Foco e Documentos da Amazônia. Autor de mais de 65 títulos sobra História da Amazônia. Membro da Academia Amazonense de Letras, Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas, Academia de História do Amazonas, Academia de Medicina do Amazonas, Academia Maçônica de Letras do Amazonas, Associação Nacional de Escritores (Brasília), Associação dos Escritores do Amazonas e Academia de Letras, Ciências e Artes do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui