Mulheres
Mulheres

Todos já estão cansados de saber que nosso estilo de vida atual e nossa dieta pobre em nutrientes têm causado muitas doenças crônicas. Segundo um estudo publicado este mês na revista médica The Lancet, uma má dieta alimentar é responsável por mais mortes do que qualquer outro fator de risco, incluindo o hábito de fumar. Cerca de 11 milhões de indivíduos morrem todos os anos devido à má alimentação.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda um consumo mínimo de 400 g/dia de frutas e vegetais ou o equivalente a cinco porções ao dia, mas a correria do dia a dia faz com que recorremos a muitos alimentos
industrializados, até mesmo o lanche que poderia ser uma simples fruta é substituído por pacotinhos de plásticos como bolachas, barra de cereais e sucos industrializados.

Nossa natureza humana pede uma alimentação mais natural para o nosso equilíbrio, por isso é importante a ingestão de frutas e legumes diariamente.

Tenho o privilégio de realizar pesquisas científicas por meio da Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade com parcerias entre universidades do Brasil e do mundo sobre a riqueza dos frutos que temos em nossa região amazônica e fico triste em ver uma população tão adoecida por falta de uma alimentação adequada.

O grande filósofo Hipócrates, considerado o pai da medicina ocidental, já dizia que o alimento era nosso melhor remédio. Sim, as melhores vitaminas e nutrientes estão na feira: frutos, legumes e verduras. Muitos dizem que alimentar-se bem custa caro, pois eu discordo, custa tempo!

Temos opções de feiras livres em Manaus com tubérculos maravilhosos livres de glúten inflamatórios como nosso cará e macaxeira com preços bem acessíveis e bom um preparo simples. Experimente! cozinhe e tenha uma variedade para o café, jantar o a famosa merenda do caboco.

E o que falar da nossa rica diversidade de frutos, uns com alto poder antioxidante como o açaí e o guaraná, outros ricos em fibras e vitaminas como a pupunha e o tucumã facilmente encontrados no período chuvoso. No caminho de casa vale a pena parar e investir um pouco do seu tempo na compra de frutas e legumes que ajudarão na sua saúde.

Portanto, desembale menos e descasque mais. Claro que não conseguimos viver sem alimentos industrializados, os supermercados nos ajudam com a praticidade dos cereais e várias outras formas de alimentação, mas nosso compromisso é aumentar a ingestão de alimentos bons para nossa melhor qualidade de vida. Cuidem-se!

Compartilhar
Euler Ribeiro
*Amazonense de Itacoatiara. Médico, MD. PhD em Geriatria e Gerontologia. Ex-secretário de Saúde e ex-deputado federal pelo Estado do Amazonas. Fundador e atual Reitor da Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade. Membro das academias amazonenses de Letras e de Medicina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui