Há mais de 11 anos recebi um convite para publicar semanalmente artigos sobre saúde e qualidade de vida, os quais tenho o maior prazer em partilhar meus conhecimentos com os leitores, mas hoje quero dedicar este espaço para prestar uma singela homenagem à Família Calderaro pelos seus 70 anos de história. Uma trajetória que superou todos os desafios do seu tempo com a revolução dos meios de comunicação e hoje merece todas as honras pelo grande legado deixado por seu fundador, o saudoso Umberto Calderaro.

Por falar em legado, tenho admiração por esta querida família que conseguiu perpetuar o sucesso deste grupo mesmo após a morte de seus fundadores. Filhos e netos continuam se dedicando em mostrar a Amazônia para o mundo e contribuem com o crescimento da nossa “Paris dos trópicos” mesmo com todos os seus percalços sociais.

Após minha caminhada matinal, minha segunda missão do dia é ler o jornal, ainda preservo esta I sensação de sentir o cheirinho da impressão e me esbaldar com informações da nossa cidade.

Impossível não lembrar do “carimbo da verdade” dita por meu amigo jornalista Umberto ao defender o compromisso de informar o povo, doa a quem doer. Este amigo que também foi meu paciente, folião dos carnavais, incentivou meu trabalho como gestor público e sempre adotou princípios éticos nas divulgações das ações em saúde pública, em meio a tanta bravura, só fugia dos exames de sangue esquivando-se das inofensivas agulhas.

Além de transmitir informações a toda região norte, o Grupo Calderaro proporcionou momentos inesquecíveis de entretenimento e incentivo a cultura amazonense, sempre mantendo uma relação direta com seus telespectadores e leitores e talvez seja este o motivo de seu sucesso que resguarda os princípios do seu fundador de não seguir somente o lucro e sim seus sonhos, sim, somos carentes de sonhos e projetos que influenciam gerações para o bem maior.

E nesta minha caminhada de quase 78 anos acompanho uma nova era de informações marcada por tecnologia e mudanças nos comportamentos da sociedade e vejo como o grupo Calderaro investiu em modernizar seu modelo de trabalho seja com rádio, TV, jornal, redes sociais e outras formas de modelo de comunicação e eu que também exerço este papel de comunicador, agradeço pela oportunidade de fazer parte desta incrível jornada de competência.

Rendo as mais sinceras e merecidas homenagens à toda família Calderaro por toda a sua trajetória no cenário amazonense, estendo também meu carinho aos seus colaboradores e eleitores e desejo vida longa e próspera ao jornalismo de qualidade.

Compartilhar
Euler Ribeiro
Amazonense, de Itacoatiara. Formado em Medicina em Belém (PA), o médico geriatra completou os estudos em SP e nos EUA. Foi secretário de Saúde do Estado e deputado federal. Fundador da Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI), ligada à Universidade Estadual do Amazonas (UEA). Membro das academias amazonenses de Letras e de Medicina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui