È Natal na floresta das chuvas. Aqui não há neve, mas chove. E muito. Nessa época do ano o rio começa a encher. Até junho as chuvas serão abundantes, como sempre.

Carlos fez sua casa longe do rio. Num barranco. Assim evita problemas com a cheia. Sua esposa Joana é professora da comunidade. Carlos, além de pescar, produz açaí e castanha. O casal tem dois filhos. Um curuminzinho de dois anos e uma linda cunhantã de cinco.

Joana fez uma bela árvore de Natal para alegrar as crianças. Sabiamente, enfeitou sua árvore com coisas da floresta. Pintou caroços de tucumã para fazer bolas. Fez enfeites com palha de açaí e ouriços de castanha. Ficou uma maravilha.

Carlos veio a Manaus comercializar seus produtos e fazer compras. Perguntou a sua esposa se ela queria algo especial. Joana pediu um presépio, se não fosse muito caro.

O presépio chegou numa caixa “made in China”. Provavelmente os chinesinhos que produziram o presépio nunca ouviram falar de Jesus, Maria e José.

Joana adorou o presépio e decidiu montá-lo na escola. Queria compartilhar com seus alunos e a comunidade. Carlos que também é marceneiro caprichou na montagem. Areia do rio, palhas de açaizeiro e um lindo painel com lua, estrelas e o cometa que anunciava a chegada de Jesus, compunham, com singela beleza amazônica, o presépio vindo da China.

Quando ficou pronto Joana chamou os alunos e a comunidade para vê-lo. Um dos alunos pergunta:

-Quem é esse curumim?

Joana explica que o curumim é Jesus, que se faz curumim e nasce todo ano como Salvador do Mundo.

-E ele nasceu num tapiri?

Não há tapiri em Belém da Judéia. Ele nasceu numa gruta. Pobrezinho. Esses pastores o reconheceram como o Salvador. Esses reis vieram visitá-lo e trouxeram presentes, explicou a professora Joana.

-Pensei que Deus fosse gente grande! Exclamou uma cunhatã muito sabida.

Deus é o Pai, o Filho e o Espírito Santo, explica Joana. Esse curumim é Deus. È o curumim Jesus.

Compartilhar
Pedro Lucas Lindoso
*Bacharel em Direito. Membro do Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas e da Academia de Ciências e Letras Jurídicas do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui