28.5 C
Manaus, Am - Brasil
sexta-feira, Maio 25, 2018

Literatura

Profundo rio

Amanheço no interior, No interior dos rios! Rio dos peixes, Rio dos ventos, Rio do passado (e dos presentes!) Rio dos prazeres, Rio de promessas, Rio da gente, Riso encantado, Ah... manhã de rio!

Meu gozo

Só quero acordar de manhã E abrir a janela do fundo E respirar o cheiro do mato E deixar a brisa me cheirar... E pular a janela descalço E arrancar frutos amarelados E morder o gosto encarnado E encher a boca...

Pescaria

No beiradão, Sobre o jirau, As iscas esperam O animal... À espreita, o bicho, Rompe ligeiro e racional, Sabe que a pesca Não é normal. Hoje há carne, Isca de nome Ante a cabocla, O boto é homem!

Loucos

*Fernanda Torres Podemos nos entrincheirar e xingar os que não veem o mundo com os mesmos olhos ou nos ouvirmos. Recebi cartas indignadas com meu artigo "Treblinka", perguntando de onde eu havia tirado a comparação estapafúrdia entre...

Finitude cocô

*Antônio Prata Meu filho de dois anos e meio acaba de descobrir o cocô. Não o cocô de verdade, esse ele sabe nomear desde que começou a falar e conhece intuitivamente, suponho, desde seu primeiro...

Farofa da Vila

No interior da Amazônia ao contrário das grandes metrópoles regionais, parece que o tempo passa devagar, como a correnteza do Amazonas, em que, da orla da cidade os garotos contemplam ainda uma natureza viva,...