27 C
Manaus, Am - Brasil
sexta-feira, julho 10, 2020

Literatura

Soneto

Para D. Amine Lindoso Como a brisa que canta nas avencas a noite é sono santo, plenitude, catástrofe e silêncio, solitude, conversas de ancestrais, saudosas pencas de fatos consumados, mágoas encas- toadas pela dor ao caule rude do tempo, sono e...

A morte de Ozório Fonseca

Quinta-feira, 10/12/2015, às 16 horas e alguns minutos. Como de hábito, abri o computador para checar os e-mails do dia e tomei um susto: meu amigo historiador Antônio Loureiro, presidente do IGHA, informava o...

Mano Jorge vive entre nós

Pra você, Mano Jorge, Pra você, essa cantiga de amor, Essa cantiga de amor  Silvia Aranha O pastor conhece suas ovelhas, e as ovelhas conhecem o seu pastor. Foi o que escreveu João, o Evangelista (João 10, 14),...

O Festival da Canção

Poema recolhido da obra “Pedra Pintada (uma viagem à cidade da minha primeira infância)”, ainda inédita. Todo ano a cidade é invadida de gente de todos os lados do país, que chega para oferecer as suas canções...

Os sudestinos

Eu particularmente adoro a cidade maravilhosa do Rio de Janeiro. Mas há alguns cariocas imbuídos de um bairrismo exagerado. Acham que o Brasil é o Rio. Ou então que se restringe ao sudeste. Referem-se...

Tufic

*Francisco de Abreu Cavalcante  Na praça escondido, Nas noites, sofrido Nasceu o poeta, Poeta que vi Lutando, falando, Sonhando em porvir. Lá dentro das noites Escrevendo cansado, Estava o poeta, Poeta que vi Falando, cantando Bradando ao porvir. Tarumã... que já sente Sinais de ameaça Foi musa ao poeta, Poeta...