33 C
Manaus, Am - Brasil
terça-feira, agosto 4, 2020

Literatura

Poesia à Ita

Pela pedra que rege o passado Pelo rio que lhe banha e descansa Minha terra tem o riso estampado Revestida de verde e esperança.   Tanta historia a sustentar seu seio E o antigo tão presente e vivo Velha Serpa, livro...

O futebol e eu

*Lya Luft “Que sejamos sempre dignamente vitoriosos ou perdedores — diferente do que fizemos na Copa. Aquele bando de homens abraçados chorando, um consolando o outro como menininhos de jardim de infância, me aborreceu”.   Minha relação...

Daqueles males que vêm para o bem

Um dos ditados populares para mim dos mais enigmáticos é aquele que diz que há males que em para o bem. A realização de quatro jogos da Copa do Mundo em Manaus provou que...

O Nativismo de Álvaro Maia e o petróleo de Isaac Sabbá**

Com o esgotamento da economia da borracha, observado a partir da primeira década do século passado, por volta de 1910, agitaram-se na Região outros ciclos econômicos que foram marcando a vida dos amazônidas. O suporte...

E da borracha fez-se a arte

Como quase todas as formas de expressão artísticas, as artes visuais chegaram ao Amazonas com o dinheiro do ciclo da borracha. No entanto, mesmo antes do apogeu econômico do látex, a cidade de Manaus...

Chuva ácida nos Alpes suíços

Os pinheiros desgalhados com as agulhas dos ramos misturadas ao pó erguem os braços ao céu, implorando piedade. As pinhas dos enfeites de Natal perderam a côr e o viço e jazem pelo chão. É a chuva ácida, vinda das terríveis...