24.5 C
Manaus, Am - Brasil
quarta-feira, Abril 24, 2019

Literatura

Figuras do rio

1 O rio era rico de peixes, canoas feriam as conchas. O rio metia-se na mata comendo as cascas das árvores. No tempo das secas o rio era raso, seu dorso saudável. Nas rudes tronqueiras os peixes maduros coavam as ovas. O vento evolava-se das folhas lavadas do azedo...

Elson, o poeta do som e da imagem

*José Almerindo A. da Rosa -a palavra nasce e morre canta e se exaspera chora e se enternece- Elson Farias Como “a flor constrói a corola”, o poeta constrói o poema pejado de poesia. Cada poema faz-se de versos-pétala....

Tchutchuca e Tigrão

*Fernanda Torres  Oposição tem de deixar dramalhão de circo e mirar método stanislavskiano. O drama de Theresa May para aprovar o brexit debaixo de apupos, afrontas e escárnio da plateia ruidosa de parlamentares prova que o GlobeTheater e...

Domingos Oliveira, para mim, é e sempre será o antônimo da morte

*Fernanda Torres Conheci Domingos criança, na casa dos meus pais. Me lembro do estranhamento de vê-lo na sala. Sonhei que estava no banco do meio da antiga Kombi do meu pai, cercada por ruidosos atores do Teatro Oficina....

Rasputin à brasileira

*Cristóvão Tezza Olavo de Carvalho replica o modelo da eminência parda, mas não à risca. Quem acompanhou a brigalhada em torno do butim fundamentalista do MEC, comandada a controle remoto por um furibundo Olavo de Carvalho, deve...

Vida-castanha

  Hoje, Quebro castanha No café Da manhã. Tiro cascas E saboreio a vida! O café preto, A castanha branca E a farinha amarela Dão gosto ao meu dia! Hoje, Só quero Quebrar as horas, Estourar o tempo E partir… Atrás do fruto escondido.