O câncer é a segunda causa de morte no mundo segundo a Organização Pan-Americana de Saúde – OPAS Brasil. A nível global, um em cada seis mortes são relacionados à doença,pesquisadores já encontraram
evidências desta enfermidade nas civilizações antigas, mas não há dúvidas de que estamos presenciando a amplitude dos casos na sociedade moderna.

Afinal, o que causa o câncer?

O câncer é um termo genérico para um conjunto de doença causada pelo crescimento desordenado das células em qualquer parte do corpo, esta transformação ocorre emvários estágios que podem progredir de uma lesão simples para tumores malignos. As causas docâncer podem ser de origem interna ou externa, comprovada mente observamos que cerca de 80% dos casos de câncer são causados por fatores externos, ou seja, poderiam ser prevenidos pelo próprio homem.

Os fatores intrínsecos representam apenas 10% das causas, temos corno exemplo as alterações hormonais, condições imunológicas e as heranças genéticas que tornam algumas pessoas já predispostas a desenvolver esta enfermidade, por isso a importância da prevenção e avaliação médica de rotina daqueles que possuem
histórico familiar da doença.

Atualmente temos alguns exames disponíveis que avalia a probabilidade das mutações,porém exige um alto custofinanceiro, um novo estudo daUniversidade Federal de Goiás(UFG) está prevendo umdiagnóstico rápido e de baixocusto feito a partir de examescom a cera de ouvido, a qualconcentra vários metabólicos
orgânicos capazes de detectar o câncer. O estudo ainda necessitade validação, mas já despertanovas esperanças nacomunidade científica brasileira.

O envelhecimento é também umfator de risco para odesenvolvimento do câncer, poisnossas células entram noprocesso de senescência e háuma acumulação de mutaçõesgenéticas elevando o risco deinflamação.

Já as causas externas estãorelacionadas principalmente ao meio ambiente, temos os agentes físicos como a exposição aos raios ultravioletas responsáveis pelo alto número de câncer de pele, as substâncias químicas cancerígenas a qual estamos expostos, como agrotóxicos e contaminação daágua e do ar, e agentes cancerígenos biológicos, tais como infecções por vírus ou bactérias, um grande exemplo é a famosa
bactéria H.pilory que pode aumentar o risco de. câncer de estomago se não for tratada corretamente.

Diante de todas as causas, o estilo de vida do homem atual é um dos principais fatores de risco para desenvolver o câncer.

Tabagismo, sedentarismo, obesidade, alimentação pobre em nutrientes, abuso do álcool, poluição, entre
outros, têm elevado o número de casos de câncer no mundo. A estratégia de combate ao câncer torna-se,
complexa pelos multifatores citados, mas tivemos um grande avanço nos tratamentos disponíveis e opções no sistema público de saúde.

Portanto, a prevenção eo cuidado com a saúde é fundamental para evitar a manifestação tardia da doença, seja mulheres ou homens, todos devem buscar a melhor forma de se prevenir.

Cuidem-se!

Compartilhar
Euler Ribeiro
*Amazonense de Itacoatiara. Médico, MD. PhD em Geriatria e Gerontologia. Ex-secretário de Saúde e ex-deputado federal pelo Estado do Amazonas. Fundador e atual Reitor da Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade. Membro das academias amazonenses de Letras e de Medicina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui