Anemia é definida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a condição na qual o conteúdo de hemoglobina no sangue está abaixo do normal, levando à diminuição da capacidade de transporte de oxigênio.

A hemoglobina é a substância que nosso corpo utiliza para transportar o oxigênio. Ela é carregada em nosso sangue pelas hemácias ou glóbulos vermelhos.

Podemos ter anemia quando há perda excessiva de sangue, nas doenças hereditárias como a talassemia ou anemia falciforme ou podemos adquirir pela deficiência nutricional seja de ferro (anemia ferropriva) ou carência da vitamina B 12 ou de ácido fólico (anemia megaloblástica).

A anemia é uma doença silenciosa que atingem em grande parte crianças, gestantes e lactantes por causa da deficiência de nutrientes no organismo, porém com o envelhecimento temos a perda natural de produção de nutrientes e muitos correm o risco de desenvolvê-la.

E no caso específico dos idosos, esta anemia pode ser em consequência da falta de ácido fólico e vitamina B12. Pois tanto um como o outro concorrem de maneira independentes para a formação de células vermelhas do sangue, (eritrócitos), e mais na formação também da “timidina” um dos principais componentes do DNA.

Então a deficiência de qualquer destas vitaminas pode representar o aparecimento de um quadro grave de anemia. Os principais sintomas são o cansaço generalizado, falta de apetite, palidez na pele e mucosas (parte interna do olho, gengiva), podemos também ter alteração das capas que recobrem os nervos (mielina), e com isto teremos com certeza neurite periférica. Isto se traduz com o aparecimento de formigamento nas extremidades e até perda da ‘Sensibilidade das pernas e mãos.

Ao longo da vida nosso corpo perde gradativamente a percepção e a distinção dos sabores, por esta razão muitos idosos diminuem o apetite e passam a comer menos, comprometendo a absorção de nutrientes. Outro fator está relacionado a doenças crônicas como os quadros de infecções causadas por doença autoimune, doenças renais e até o câncer que podem desencadear anemia.

O diagnóstico se faz com um hemograma para verificar se as taxas de hemoglobina estão baixas assim como as dohematócrito, e mais a dosagem tanto do acido fólico como da vitamina B 12 quando estão abaixo dos padrões recomendados.

Idoso que começa a queixar muito da falta de força muscular, cansaço fácil e perda da memória, verificar de pronto se os mesmos não estão com este tipo de anemia de ácido fólico e vitamina B 12.

O tratamento é fácil de ser conduzido com dieta e medicamentos e de recuperação em médio prazo. Faça sempre seus exames anuais para prevenir. doenças. Cuidem-se!

Compartilhar
Euler Ribeiro
*Amazonense de Itacoatiara. Médico, MD. PhD em Geriatria e Gerontologia. Ex-secretário de Saúde e ex-deputado federal pelo Estado do Amazonas. Fundador e atual Reitor da Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade. Membro das academias amazonenses de Letras e de Medicina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui