Eu não vinha a Itacoatiara desde dezembro passado, mas o que vi de buracos na estrada, agora, me deixou espantado. Em 50 anos que ando nessa estrada, depois de asfaltada, este é o pior momento de abandono que ela sofreu. Há trechos quase intransitáveis. Como podemos pensar em turistas viajando para a cidade, com essa buraqueira infernal da rodovia, que coloca em risco de morte as pessoas que nela trafegam e causa danos materiais muito onerosos nos veículos? Considero uma irresponsabilidade e desrespeito aos usuários da estrada, de sucessivos governadores, que nunca fizeram uma manutenção decente no leito da rodovia.

A estrada de Manaus a Manacapuru está sendo duplicada, e na minha opinião, tem importância econômica, social e em turismo, menor do que a Am-0 10, porque esta serve a mais de 10 municípios do médio e baixo-Amazonas, cujos passageiros de barcos-recreios, em grande número, desembarcam em Itacoatiara e vão de ônibus ou táxi para Manaus, por ser mais rápida a viagem. Não sou contra a duplicação da rodovia “Manuel Urbano”, mas na Am-10 não se tapa nem os buracos?

Está na hora de o atual governador, mais um paraense que se deu bem no Amazonas, e que foi bem votado em Itacoatiara, cumprir o que prometeu para o nosso município, dentre outras coisas, pavimentar a estrada, dando-lhe a condição de estrada trafegável, sem risco para os seus usuários, por conta da buraqueira infinita que está presente em quase toda a extensão da estrada.

Quantos amigos e amigas já sofreram acidade fatal na estrada, pela falta de manutenção no seu leito? Foram muitos. E também pessoas desconhecidas. Por isso, vamos pressionar o governador, não se pode contar com a prefeitura, mas vamos reunir outras forças políticas, sociais, profissionais e condutores de veículos, para lembrarmos ao chefe do executivo estadual, que Itacoatiara também existe depois das eleições das quais ele saiu eleito governador.

Compartilhar
Raimundo Silva
*Amazonense de Itacoatiara. Advogado. Desembargador Federal do Trabalho aposentado. Professor de Direito da UFAM aposentado. Mestre em Direito pela UFPE. Foi vereador em dois mandatos, de 2009 a 2016, e nesse período Presidente da Câmara Municipal de Itacoatiara. Escritor e membro da Academia Itacoatiarense de Letras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui