aerofagia
aerofagia

Mal-estar provocado pelo excesso de gás nas vísceras abdominais que enchem o estômago de gás. Em consequência teremos a distensão abdominal e a tendência deste gás sair pelos os orifícios naturais, que é a “flatulência”. Quando eliminado pela boca com ruído tem-se a eructação ou o arroto vulgarmente chamado. Quando o gás é eliminado pelo orifício anal quase sempre é acompanhado de ruído e mau cheiro.

Nas crianças recém-nascidas até o primeiro ano de vida que se alimentam na mama da mãe, se o mamilo não estiver encaixado corretamente na boca do neném eles engolem muito ar. Então sempre ao término da alimentação teremos que os coloca eretos para eliminar o excesso de ar pela parte superior, ou melhor, pela boca.

Todas as vezes que você ingerir uma maior quantidade de alimentos sem mastigá-los muitas vezes, que é o correto, e principalmente se este alimento for rico em grãos e gorduras saturadas, a digestão se fará mais lentamente e com grande quantidade de gás, que vai proporcionar distensão abdominal, eructação, dor na eliminação destes gases, náuseas e muitas vezes ânsia de vômito e até vômitos incoercíveis de difícil controle que podem levar o indivíduo à desidratação.

Por este motivo que deixa muitas pessoas em sofrimento, aconselhamos tornar bastante liquido fora das refeições, mastigar lentamente até triturar todos os alimentos, evitar alimentos gordurosos e frituras, quando comer grãos evitar misturar muitos grãos, pois são produtores de gás com frequência. Não deitar em seguida às refeições, fugir das bebidas gasosas e com teores alcoólicos.

Também é importante fazer exercícios aeróbicos que estimulam a eliminação de gases retidos no intestino. Muitas vezes a flatulência pode ser confundida com outra alteração gastrointestinal que é a doença do refluxo gastrointestinal, este que por sua vez vem sempre acompanhado de resíduos alimentares retidos no estômago e ricos em ácido clorídrico produzido no estômago, que podem provocar gosto ácido com forte ardor que é a “azia” ou “queima” como vulgarmente’ é chamado.

Portanto podemos evitar a aerofagia se cumprirmos rigorosamente as recomendações acima.

Existe tratamento com antiácidos e drogas que diminuem a motilidade intestinal no momento da digestão.

Compartilhar
Euler Ribeiro
*Amazonense de Itacoatiara. Médico, MD. PhD em Geriatria e Gerontologia. Ex-secretário de Saúde e ex-deputado federal pelo Estado do Amazonas. Fundador e atual Reitor da Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade. Membro das academias amazonenses de Letras e de Medicina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui