o Alzheimer atinge hoje cerca de 35 milhões de pessoas no mundo segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) e, apesar dos avanços inovadores das pesquisas em torno desta enfermidade, a sua cura ainda é desconhecida. O que temos são tratamentos disponíveis que retardam à progressão da doença e alguns medicamentos que oferecem melhor qualidade de vida do paciente.

Sabemos que a doença do Alzheimer é um tipo de demência que afeta principalmente pessoas de idade tardia, mas diferente do processo normal do envelhecimento onde há perdas cognitivas numa escala menor, na doença as funções básicas cerebrais como memória, linguagem e comportamento são comprometidas de uma forma progressiva levando o paciente a uma dependência para executar suas rotinas diárias.

O diagnóstico precoce é fundamental para iniciar tratamentos que retardam o avanço da doença, aos sinais dos primeiros sintomas que vão desde os esquecimentos que comprometem a rotina de vida até alterações de comportamento, procure ajuda médica. Por falar em tratamento, fiquei muito feliz por saber que adesivos Já estão disponíveis na rede pública de saúde, os adesivos são uma alternativa para pacientes que são afetados pelos efeitos colaterais dos medicamentos orais.

A medicação em forma de adesivo, a Rivastigmina Transdérmica, facilita a aplicação e reduz efeitos colaterais no trato digestivo como náuseas e vômito. Vale ressaltar que somente um especialista que atenda pelo sistema público poderá encaminhar o paciente para receber esta medicação. Que Deus possa iluminar todos os pesquisadores que se dedicam nos estudos desta demência que afeta a qualidade de vida na terceira idade.

Compartilhar
Euler Ribeiro
Amazonense, de Itacoatiara. Formado em Medicina em Belém (PA), o médico geriatra completou os estudos em SP e nos EUA. Foi secretário de Saúde do Estado e deputado federal. Fundador da Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI), ligada à Universidade Estadual do Amazonas (UEA). Membro das academias amazonenses de Letras e de Medicina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui