O surto do novo coronavírus ressaltou a vulnerabilidade dos homens com relação à saúde, atualmente os homens acima de 60 anos representam hoje o principal grupo de risco para o agravamento da Covid-19. Além dos fatores do envelhecimento e da própria genética, já sabemos que a mulher é beneficiada com a proteção dos hormônios, os homens possuem uma menor taxa de expectativa de vida devido a sua conduta com a prevenção de doenças. Este ano atípico está contribuindo então para um relaxamento ainda maior dos mesmos nos consultórios. Por este motivo quero alertá-los para um problema que atinge gravemente a população masculina e que devemos estar sempre em alerta: os problemas da próstata.

Esta importante glândula tem a função de produzir o líquido que transportamos espermatozoides, este líquido espermático é também responsável por enriquecer a capacidade de mobilidade do espermatozoide nutrindo-o para ser capaz de fecundar o óvulo. A próstata pesa aproximadamente 25 gramas e está localizada na frente do reto, abaixo da bexiga, em homens adultos possui um tamanho de uma ameixa, mas à medida que envelhecemos a próstata começa a crescer e pode comprometer e gerar vários problemas. Por ser um órgão muscular que se distende quando a urina é produzida nos rins e drenada através dos ureteres até a bolsa coletora que é a bexiga acaba por comprometer todos estes órgãos próximos quando há algum sinal de problema.

Há duas principais patologias que afetam a próstata: a Hiperplasia e o câncer. A mais comum é a Hiperplasia que é caracterizada pelo aumento da multiplicação benigna celular prostática, apesar do susto do diagnóstico, é considerado um tumor não canceroso e muito comum em homens a partir de 50 anos de idade. Esta disfunção dificulta o ato de urinar, aumento da próstata comprime a uretra tornando o jato urinário mais fino e a pessoa é obrigada a fazer esforço causando o desconforto na região, outro sintoma que interfere na qualidade de vida do indivíduo é a redução da capacidade de a bexiga reter a urina, a sensação de urgência miccional afeta o sono e traz transtornos irritativos como dor e incontinência, esta condição de retenção pode também criar um bexigoma no qual o indivíduo pode necessitar de uma emergência médica para desobstruir o canal uretral e eliminar sem cirurgia a urina retida. Felizmente há uma série de tratamentos para restabelecer esta enfermidade, busque ajuda médica o quanto antes.

Depois dos quarenta anos de idade é imperioso o exame periódico da próstata, pois há possibilidade do desenvolvimento de um câncer neste órgão predominantemente nos homens, o exame do toque retal ainda é o mais eficaz para diagnosticar o câncer, pois o médico sentirá a consistência da estrutura da glândula de prontidão, se a próstata apresentar a mobilidade da ponta do nariz, é benigna, mas se tiver a dureza da ponta do cotovelo até provar ao contrário é maligno. E na maioria das vezes os homens fogem deste exame e a prevalência da mortalidade por câncer de próstata cada vez aumenta mais.

Portanto, mesmo em tempos de pandemia, busque assim que possível realizar a avaliação de rotina anual da sua saúde, para aqueles que pararam o tratamento, veja com seu médico o retorno para que o problema não seja agravado. Homens, não fujam do exame que pode salvar sua vida! Cuidem-se!

Compartilhar
Euler Ribeiro
*Amazonense de Itacoatiara. Médico, MD. PhD em Geriatria e Gerontologia. Ex-secretário de Saúde e ex-deputado federal pelo Estado do Amazonas. Fundador e atual Reitor da Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade. Membro das academias amazonenses de Letras e de Medicina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui