Vacinação é a saída

0
865

Mas ainda há uma resistência muito grande em aceitar este benefício

No passado as pessoas que tiveram o privilégio de alcançar a idade tardia não tiveram a chance de viver um pouco mais por conta de alguns eventos funestos produzidos por bactérias, vírus e fungos oportunistas.O motivo é que não existia imunobiológicos capazes de prevenir infecções causadas por estes micro-organismos produtores de doenças grave. Contudo, nos dias de hoje o sistema de saúde já oferece um número cada vez maior de vacinas que são capazes de proteger os idosos contra o tétano, gripe e tantos outros desvios sérios da saúde que podem levar à finitude.

Um espirro com coriza, ardor nos olhos e na garganta não são sintomas de uma gripe. São na verdade sintomas de um “resfriado” causado por outro tipo de vírus com menor virulência, ao contrário do que a maioria das pessoas pensa. Já na gripe, o vírus tqrn uma virulência muito intensa, capa! de progredir da tosse, espirros, rouquidão, dores musculares, febre alta e até chegar a um. pneumonia com riscos sérios para a saúde.

Portanto, fedemos perfeitamente afastar,de nós esta possibilidade de adoecer gravemente se nos convencermos que estaremos protegidos ao tomarmos as vacinas específicas oferecidas nos postos de saúde. Mas ainda há uma resistência muito grande em aceitar este benefício, pois por preconceito achamos que podemos adoecer fazendo uso destas vacinas. Hoje em dia existe um vírus H 1 N 1 que ‘era capaz de produzir nos porcos uma gripe tão intensa que matava esses animais. Porém esse vírus se modificou e hoje ganhou uma capacidade de produzir sérias enfermidades em seres humanos. Por tudo isto fica uma recomendação: procurem com urgência os postos de saúde para serem vacinados contra todos estes vírus da gripe capazes de produzir morte, com alta prevalência entre idosos não protegidos com estas vacinas.

No passado por falta de vacinas apropriadas tivemos ao redor do mundo verdadeiras epidemias de gripe como foi a espanhola, a asiática e mais recentemente a gripe aviária na Ásia com milhares de mortes. Logo, não deixem de tomar a vacina contra gripe que já está disponível nos postos de saúde.

Compartilhar
Euler Ribeiro
Amazonense, de Itacoatiara. Formado em Medicina em Belém (PA), o médico geriatra completou os estudos em SP e nos EUA. Foi secretário de Saúde do Estado e deputado federal. Fundador da Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI), ligada à Universidade Estadual do Amazonas (UEA). Membro das academias amazonenses de Letras e de Medicina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui