Tesouro da Vida

0
1097
*Celdo Braga
Na paisagem do nascer de um novo dia
há um sonho pra ficar e pra tecer;
no teor iluminado da alegria,
o desejo renovado de viver.
Cada passo é um desafio ao caminhante
no intrincado do que pode acontecer.
A certeza de quem é perseverante
é o direito de plantar e de colher.
Caminheiro, não se aparte do caminho!
Dê à vida o prazer de conquistar
o tesouro da ternura e do carinho,
na jazida especial do verbo amar.
Dê ao sonho o alimento da esperança
e, ao Criador, um momento de oração.
E um presente especial ao ser criança
que ainda brinca no seu jovem coração.
*Amazonense do Alto Solimões, poeta, compositor e integrante do grupo musical Imbaúba.
Compartilhar
Autor Externo
As publicações são fontes externas de outros veículos de comunicação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui