Saudosa homenagem a Jorge Tufic

0
113

* Francisco de Abreu Cavalcante

És grande poeta Jorge Tufic!
Acriano de Sena Madureira,
Fostes tu que pela primeira vez
Numa roda de feliz brincadeira,
Onde, de meu nome, poeta fez,
Achei isso gratidão verdadeira.

Agora, quero me desculpar
Pelo que estou aqui a convencer,
Em nossa crença, acreditamos
Na importância da desencarnação,
Portanto, tua vida corporal se foi

Mas a espiritual, teu nome, não.
Sei que estás a par de tudo isso
Teu nome jamais será esquecido,
O valor da beleza de teus versos
Nas nuvens estará bem protegido
Por força da atual circunstância
Deixastes um legado conhecido.

Tua lembrança será bem verdadeira
Em tua obra a nós, estás a mostrar,
Onde a “Menina de Olhos verdes”
Que feliz se pode aqui admirar!
“Com as cores do teu vestido
Os poetas querem bailar”.

Assim, caro amigo, aqui repito
Aquilo que estás agora a ouvir,
Quando mostravas teu livro
(Que mostra um breve porvir,
Nos idos de 1986, de “sabença
Aguçada”, seu nome é Tufic).

“Que bela homenagem” recebi,
Para mim foi mais que regozijo
Que na minha resposta mostrei,
No peito, tenho tudo guardado
Assim jamais deixarei de lado
Os momentos felizes que passei.

Saudoso Clube da Madrugada,
Onde outros por aí faz fundar?
Antecipaste a tua passagem
E do outro lado esperar
Todos teus contemporâneos
Para o amor seguir a cantar.

*Poeta e professor aposentado, natural de Itacoatiara. Graduado em Letras, Língua Inglesa. Integrante do Coral João Gomes Júnior.
Compartilhar
Autor Externo
As publicações são fontes externas de outros veículos de comunicação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui