Homenagens em Itacoatiara

0
1610

A Câmara Municipal de Itacoatiara, reunida à tarde de segunda-feira última, dia 15 de dezembro, prestou significativa homenagem aos intelectuais Auricélia Alves Fernandes, Emanuel Jorge Monassa Olímpio (o popular Manolo) e Francisco Gomes da Silva. O ato solene, a que compareceu expressiva parcela da população itacoatiarense, decorreu de uma indicação legislativa assinada pelo vereador-presidente Raimundo Silva e unanimemente aprovada por seus ilustres pares, autorizando a concessão aos homenageados da Medalha Dr. João Valério de Oliveira do Mérito Cultural.

Os homenageados são nativos de Itacoatiara. Auricélia Fernandes – nascida aos 14.06.1941 – é poetisa e professora de nível médio aposentada. Graduada em Ciências Sociais pela PUC/RS e membro cofundadora da Academia Itacoatiarense de Letras, além da participação em eventos promovidos pelo FECANI, publicou As quatro Lenes e Motim dos Retábulos. Tem inéditos os livros Devaneios, A razão de uma esperança, Perfil de um grande amor e O poder das vidraças. Viúva do saudoso Tonico Fernandes, sua poesia é repleta de musicalidade, mas contrasta com a variedade dos temas que aborda: amor à terra natal, saudade, dramas, decepções, morte, misticismo. Manolo é produtor cultural e nasceu em 04.02.1957. Idealista, grande divulgador de sua terra natal, é um dos fundadores e o atual diretor da AIRMA (Associação dos Itacoatiarenses Residentes em Manaus). Filho do comerciante parintinense, que ainda jovem imigrou para Itacoatiara, o ex-vereador e presidente da Câmara Municipal Adolfo Fontenelle Olímpio (1926-1964) e da imigrante libanesa Honorina Nassib Olímpio (1921-2011). Casado com a professora Geanne Gonzaga Ferreira e pai de 03 filhos, tem um destacado papel na realização de eventos culturais, especialmente o FECANI – o maior festival lítero-musical do norte-nordeste do Brasil – que ano passado completou trinta anos. Quando a Francisco Gomes da Silva, trata-se do nosso historiador e editor deste blog.

Os homenageados – que foram saudados pelo vereador Arialdo Guimarães, o qual, em nome da Casa, ressaltou o papel de cada um deles na elevação cultural de Itacoatiara – falaram de sua alegria em receber a Medalha que leva o nome de um grande filho da Cidade da Pedra Pintada – o ex-vereador e ex-deputado estadual João Valério de Oliveira. Por fim, o presidente Raimundo Silva congratulou com os presentes e remarcou a trajetória de Auricélia, Manolo e Francisco Gomes. Ao final, foi inaugurado o Espaço Cultural João Valério de Oliveira.

No dia seguinte, 16/12, no mesmo horário da sessão anterior: 17:00 horas, a Câmara Municipal realizou outra sessão solene, desta feita para homenagear à Escola Municipal Grão-mestre Venâncio Igrejas Lopes, construída em 1983 pela Loja Maçônica Glória de Hiram, com o apoio da SUFRAMA, e tocada pela Secretaria Municipal de Educação – que recentemente integrou o rol das escolas brasileiras melhormente pontuadas pelo IDEB. A Escola Venâncio Igrejas Lopes fez por merecer, dado o excelente trabalho de seus corpos docente, discente e administrativo. Atualmente dirigido pela professora Glória Rocha Saem, dito colégio honra e dignifica a Educação de Itacoatiara.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui