Festival do Abacaxi

1
183

Distrito municipal de Itacoatiara, situado à margem esquerda do rio Amazonas, acima da cidade – a vila de Novo Remanso foi fundada em meados de 1988. Abrange as terras da antiga Ciazônia, grupo empresarial português instalado na região dez anos antes, ocupado nos serviços de extrair e beneficiar madeira para exportação, criar gado bovino e plantar e cultivar cacau. Com a falência do projeto, anos depois, a Madeireira Gethal tentou retomá-lo, mas esbarrou na burocracia. Os moradores então deram início à luta pró-emancipação do lugar, tornada vitoriosa com a criação da vila. Sua população estima-se atualmente em 21.000 habitantes, incluída a da área urbana e a do setor rural.

Desde a administração do prefeito Miron Osmário Fogaça (1997-2000) o progresso tomou conta da vila e tem se espraiado pelos arredores. Regularmente dotada de infraestrutura urbana e social, conta com escolas, hospital, correios, centro comercial, usina de força e luz, cemitério, delegacia de polícia, seção eleitoral, telefone e representações bancárias. Ligada por via fluvial e rodoviária a Manaus e Itacoatiara, tem como principais atividades econômicas a fruticultura e a psicultura. Considerada “a vila mais charmosa do médio Amazonas”, dista 214 km da capital e 130 de Itacoatiara, em linha reta.

Graças a Novo Remanso, Itacoatiara é o maior produtor de abacaxi do Estado do Amazonas e o terceiro do Brasil. Neste ano, a produção total ascendeu a 65 milhões de frutos colhidos e disponibilizados à comercialização-exportação. Também, graças a Novo Remanso, nosso Município enfileira-se entre os maiores produtores regionais de cupuaçu, açaí e outros frutíferos.

Anualmente, no mês de agosto, em Novo Remanso celebra-se a Festa do Abacaxi, sob o patrocínio da Prefeitura Municipal de Itacoatiara em cooperação com a Associação do Desenvolvimento Econômico de Novo Remanso (ADEN), outras entidades do setor primário, associações comunitárias e de trabalhadores rurais. São dois dias de intenso movimento, mercê de uma diversificada programação com feira de agronegócio, exposições de artesões e de empresários do setor agrícola, palestras, festas dançantes e outros. A principal pauta objetiva impulsionar a cultura local e festejar a colheita do produto, que cresce a cada ano. Além da quase unanimidade da população local, grupos de pessoas originárias dos municípios vizinhos (Autazes, Nova Olinda do Norte) vêm prestigiar o evento. Também comparecem autoridades, empresários, produtores e curiosos procedentes de Itacoatiara e até mesmo de Manaus.

As festividades alusivas ao corrente ano ocorreram nos dias 18 e 19 de agosto. Convidado a palestrar na ocasião, o historiador Francisco Gomes esteve na abertura do evento, à tardinha do dia 18, solenidade presidida pelo prefeito municipal Antônio Peixoto. Dali dirigiu-se à Tenda Bento de Oliveira, onde foi recebido pela senhora Antônia Freitas, presidente da ADEN, pelo professor Joilson Souza, coordenador cultural da entidade, alguns intelectuais de Novo Remanso e da Academia Itacoatiarense de Letras. Depois de saudado pelo professor Joilson Souza, Francisco Gomes discorreu sobre as perspectivas histórico-culturais da região.

Compartilhar

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui