Estalagem

0
1279

Por que chora afinal esse Menino,
se lhe trouxeram mirra, incenso e ouro;
se há por ele no céu anjos e hinos,
e é dele toda a terra e seus tesouros?

Por que chora afinal esse Menino
se o seio virginal o abraça e aquece
se os homens o adoram, e a voz dos sinos
em cada coração lhe ergue uma prece?

Nosso Deus a chorar… Por quê? Se é dia
da nossa eterna e única alegria,
e se dele nos vêm a vida e a luz?

Só pode ser… Do teto ao chão baixando,
os caibros da estalagem projetando
sobre o seu berço a sombra de uma cruz!

Compartilhar
Max Carphentier
Poeta místico. Ex-presidente da Academia Amazonense de Letras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui