Barriga de pão

0
618

“Duas fatias de pão integral colocam em circulação o equivalente a dez colheres de sopa de açúcar de cana”.

Recentemente foi lançado nos Estados Unidos das Américas, um livro que chocou o mundo moderno. O autor foi o cardiologista da Universidade de New York, acreditado pelo mundo científico em face de suas brilhantes pesquisas. O Professor Dr. William Davys comprovou cientificamente que realmente o TRIGO faz parte ativa dos quatro pós brancos que matam! São eles: o Sal, o Açúcar, o Trigo e a Cocaína.

O trigo de hoje em dia foi modificado geneticamente para ser mais produtivo, resistir às pragas da lavoura e render mais do ponto de vista mercantilista. Com estas mudanças, as alterações do DNA são tão intensas que se tornam perigosas para a vida. O DNA modificado será capaz de promover modificações celulares de tal forma que a reprodução de células com DNA modificado leva à produção de teratomas (tumores). Promove também alterações nas proteínas circulantes fazendo com que a proteína TAU se deposite entre os neurônios, evitando a ação dos neurotransmissores e levando os indivíduos a quadros de demência.

Duas fatias de pão integral colocam em circulação o equivalente a dez colheres de sopa de açúcar de cana. Esta hiperglicemia exagera na produção de estrogênio, que são hormônios femininos, que por sua vez elaboram no fígado uma grande quantidade de colesterol, levando à aterosclerose, e mais a glicogenólise, que é a transformação de glicose em gordura, que se depositam nas vísceras e no abdômen levando à obesidade.

Logo, teremos a síndrome metabólica instalada (obesidade, diabetes, dislipidemia e hipertensão arterial).

Então o que fazer como alimento principal, juntamente com vinho, das populações tradicionais?

Se mesmo o símbolo do Cristianismo justamente é o pão e o vinho? A proposta científica agora é, acredite se quiser: trigo zero! Já que o consumo deste alimento na forma tradicional tem comprovado a sua responsabilidade pela alta de morbimortalidade cada vez maior de pessoas de todas as idades, inclusive as muito jovens.

Como fazer esquecer de vez de o pão, massas de todas as espécies, bolos, tortas, e todos os alimentos derivados de trigo?

Na dieta amazônica, por exemplo, substitui-se o trigo por derivados da mandioca, cará, batata doce, tapioca, etc.

E mais, o trigo tem uma proteína venenosa que é o glúten. Este é capaz de produzir, quando ingerido, uma verdadeira barreira contra a absorção dos alimentos no estômago, pois não se processa a digestão e aparece uma complicação chamada síndrome celíaca, que por sua vez leva à síndrome de má absorção, caquexia e morte, principalmente em crianças alérgicas ao Glúten.

O conselho do Dr. William Davys é: trigo atual modificado geneticamente não deve nunca ser consumido. Experimente!

Compartilhar
Euler Ribeiro
Amazonense, de Itacoatiara. Formado em Medicina em Belém (PA), o médico geriatra completou os estudos em SP e nos EUA. Foi secretário de Saúde do Estado e deputado federal. Fundador da Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI), ligada à Universidade Estadual do Amazonas (UEA). Membro das academias amazonenses de Letras e de Medicina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui