Assembleia Legislativa homenageia o Centenário do IGHA

0
125

A Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), na quarta-feira passada, dia 4 de julho, em sessão especial proposta pelo deputado Serafim Corrêa (PSB-AM), homenageou o Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas (IGHA), pela passagem dos seus 100 anos de fundação. O evento direcionado pelo presidente Abdala Fraxe (Podemos), depois substituído pelo deputado-proponente, teve lugar no Plenário Ruy Araújo, e início às 12:00 horas estendendo-se ate às 14:30 horas. Compuseram ainda a mesa dos trabalhos, a presidente do IGHA Marilene Corrêa, a presidente da Academia Amazonense de Letras, Rosa Mendonça de Brito, e os representantes do governador do Estado, da Associação dos Magistrados do Amazonas, da Universidade da Terceira Idade/UEA, da Secretaria Estadual de Educação, outras autoridades e pessoas gratas.

Prestigiaram a sessão os seguintes membros do IGHA: Marilene Corrêa da Silva Freitas (presidente), Francisco Gomes da Silva (vice-presidente), Humberto Figliuolo (segundo vice-presidente), José Geraldo Xavier dos Anjos (Secretário Geral), Edinea Mascarenhas Dias (Tesoureira), Francisco Paulo Pinto (Tesoureiro Adjunto), Rosa Mendonça de Brito, José Maria Pinto, Paulo Fernando de Brito Feitosa, Pedro Lucas Lindoso, Júlio Antonio Lopes, Jorg Johannes Ohly, Marcílio de Freiras, Adalberto Carim Antonio e Aguinaldo Nascimento Figueiredo.

Presidente Marilene Corrêa ocupa a Tribuna da ALEAM

Falaram, destacando o centenário da instituição e sua importância no cenário cultural do Estado do Amazonas, os deputados Serafim Corrêa, Luiz Castro (Rede) e José Ricardo (PT); e para agradecer a homenagem, assomou à tribuna da Casa a presidente Marilene Corrêa da Silva. Após designados por esta, o vice-presidente Francisco Gomes da Silva e o segundo vice-presidente Humberto Figliuolo entregaram aos deputados Abdala Fraxe e Serafim Corrêa, a Medalha do Centenário.

Ao saudar o IGHA, segundo destacado pelo Cerimonial da Casa, disse Serafim: “É uma responsabilidade muito significativa dos que atualmente dirigem e participam do IGHA, para com as gerações futuras. O acervo acumulado nesses cem anos é grande, bonito, e está sendo preservado. É louvável o trabalho dessa instituição histórica de manter, ampliar e registrar os fatos que ocorrem nos dias de hoje, porque esses fatos serão a história de amanhã”. E completou: “Nossa geração ganhou muito na capacidade de armazenar dados, em várias mídias. O Brasil é um país muito novo e o resgate da nossa história é fundamental para as próximas gerações”.

Serafim entregou a placa comemorativa para a presidente do IGHA. “Parabenizo sua gestão por ter mantido o Instituto de pé, unido e conservando um arquivo fantástico. Que todos possam incrementar a produção cultural para gerar conhecimento no futuro”. Em resposta, Marilene Corrêa expressou a satisfação de participar daquele solene momento e, em nome de seus pares, leu um discurso histórico e bem elaborado que marcará os anais da Assembleia Legislativa. Em suma afirmou: “As estratégias de degradação não nos venceram. Superamos divergências em busca de um projeto maior. Dia a dia, o IGHA conquistou sua sobrevivência e respeito profissional. As divergências foram superadas. Os propósitos do Instituto e seus meios de investigação científica foram mantidos: preservar, pesquisar, produzir e divulgar a memória da Amazônia, em todos os segmentos”. Foi aplaudida de pé.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor informe seu nome aqui